7 sinais de que sua empresa pode ser um fracasso digital


Postado por: Explay

É comum encontrarmos empresas tradicionais com dificuldades de adaptação ao Mundo Digital. Certos de sua competência, comprovada através dos anos de sucessos dos seus empreendimentos, alguns gestores insistem em negar a influência da internet em seus negócios. Seja por falta de tempo, dificuldades de adaptação ou pura teimosia, os resultados desta desatenção são perigosos. A cada mês perdem mais vendas para antigos concorrentes, novos entrantes e produtos substitutos que “brotam” nas pesquisas do Google e Facebook. Na melhor das hipóteses, este perfil de empresário deixa de ganhar dinheiro com a web. Na pior, ele perde dinheiro e coloca em risco tudo o que construiu em anos de trabalho. Infelizmente a segunda opção tem sido a mais habitual. Analise os sinais a seguir e descubra se sua empresa está mais para promessa ou fracasso digital.

Primeiro sinal do fracasso digital – “Dá pra aumentar a logo?”

É natural e legítimo que o gestor de uma empresa opine sobre as artes e textos que representam a sua empresa. Porém, é preciso que ele estabeleça um modelo junto aos executores do trabalho que permita a fluidez do processo, com liberdade criativa e sensatez na consolidação de planejamentos (sejam estes executores uma equipe interna ou uma agência de comunicação terceirizada). Assim os comunicadores online conseguirão bem exercer o seu papel e o gestor terá mais tempo para definir coisas importantes de verdade – não o tamanho da logo ou a cor da letra de cada artigo do blog.

Segundo sinal do fracasso digital – “As pessoas não procuram serviços do meu segmento pela internet.”

Direitos autorais: cartoon resource - bigstockphoto.com
Direitos autorais: cartoon resource – bigstockphoto.com

Qual a origem desta informação? Este empresário já usou ferramentas como o Google Trends ou o Keyword Planner para descobrir quais termos relacionados àquela atividade são os mais pesquisados? Ele já procurou pela sua atividade nas ferramentas de busca e fez uma análise dos resultados? Ou, ainda, já contratou uma empresa de pesquisa que deu o veredito de que as pessoas não procuram pelo seu serviço na web? Caso a resposta para qualquer das perguntas acima for não, há uma grande chance de que o empresário em questão esteja equivocado.

Terceiro sinal do fracasso digital – “Quero evitar críticas à minha empresa, por isso evito a web.”

Alguns empresários acreditam que não ter um site e perfis nas redes sociais os mantém isolados do Mundo Digital, tanto para bem quanto para mal. Eles creem que este isolamento os protege de críticas e citações negativas de clientes insatisfeitos. O que eles não percebem é que a web é um território livre, sob comando do público. Este público encontra as mais diversas formas de se manifestar pela web – desde redes sociais até sites especializados como o Reclame Aqui. No fim das contas só as empresas bem adaptadas ao Mundo Digital conseguem estabelecer diálogo com o público através de seus canais. E este mesmo público, ao perceber o legítimo interesse da empresa em resolver os problemas que invariavelmente surgem, passa até mesmo a defender a empresa contra ataques injustos.

Quarto sinal do fracasso digital – “Não posso gastar muito com um site.”

Direitos autorais: cartoon resource - bigstockphoto.com
Direitos autorais: cartoon resource – bigstockphoto.com

Um bom trabalho exige bons profissionais, bons softwares, pesquisas, controle de qualidade, garantia etc. Porém, na área de webdesign, nem sempre isso é levado em consideração pelos contratantes. Algumas empresas não percebem seu site como referência constante para o mercado. E que uma boa impressão ao público pode ser a motivação para novos negócios, assim como um diferencial em relação à concorrência. Por isso, o gestor deve ter certeza de quem está contratando. E, claro, lembrar que como em qualquer outra contratação o barato pode acabar saindo caro.

Quinto sinal do fracasso digital – “Acho o Facebook uma bobagem.”

É importante lembrar que a comunicação digital não é feita para agradar o gestor de uma empresa, mas sim o seu público. Mesmo que o gestor não goste das redes sociais, ele precisa entender que boa parte do seu público utiliza estas ferramentas e só através dela poderá se “engajar” por um negócio ou iniciativa.

Sexto sinal do fracasso digital – “Me recuso a fazer investimentos mensais em comunicação online.”

Sem investimento não há chance de sucesso na web. Seja através de equipes próprias ou terceirizadas, horas de esforço são necessárias para gerar conteúdos interessantes, manter um site atualizado, atender o público através das redes sociais, cuidar do SEO do site etc. Apesar de demandar investimentos, é importante lembrar que são valores relativamente baixos e com alta capacidade de análise de dados.

Sétimo sinal do fracasso digital – “Os textos e imagens do Google são de uso livre.”

Tem muita gente violando a propriedade intelectual alheia. Não é raro encontrar sites e blogs brasileiros com conteúdo copiado de terceiros. A sugestão é consultar um profissional especializado em direito autoral para evitar estes graves erros e suas caríssimas consequências.

Caso a análise da sua empresa pareça negativa, não se desespere. Ainda está em tempo de entrar no Mundo Digital. A maioria das soluções são de fácil implementação. O grande desafio é decidir mudar.