A marca e o design


Postado por: Explay

A cada dia que passa me mais me impressiono com o quanto as marcas e o design influenciam nossos comportamentos de compra e de relacionamento. Quando falamos em marca falamos também de imagem, credibilidade, conteúdo e história. Isto vale para pessoas, empresas, produtos ou governo.

Marca é tudo aquilo que nos marca. Pode ser uma experiência positiva ou negativa, é o que falam ou pensam sobre algo, alguém ou algum lugar, portanto, vem da percepção e é por ela que somos julgados ou avaliados. As marcas são determinadas por seus posicionamentos, seus valores, suas atitudes e tem a capacidade de nos persuadir a uma decisão pela simples força de sua imagem.

O design desempenha um importante papel no processo de construção de imagem de uma marca, muitas vezes o mais importante. Ele está em todos os lugares, o tempo todo, desde que nascemos até morrer. Brinquedos, roupas, carros, lugares, seu ambiente de trabalho, residencial e de lazer. As pessoas em si, um prato gastronômico, as frutas, a fauna, a flora, a natureza. Está presente em nossas vidas de uma forma muito intensa. Ao mesmo tempo em que alguns produtos atraem pelo seu design inovador outros atraem pelo seu design conservador, porém, sempre pelo design.

Num ambiente de marca o design funciona como auto-mídia. Tem um poder incomum de estabelecer uma comunicação não verbal que tangibiliza e amplifica o discurso da marca. A credibilidade de uma marca necessita da atenção permanente em seu design, em sua forma de se relacionar e de se conectar, o que, em inglês, também é conhecido por design management.

Toda empresa, pessoas ou cidades deveriam ter o design como pilar de sua estratégia de criação de valor agregado. Tudo precisa de forma, de estética e de funcionalidade para ser desejado como objeto de consumo. Não pensem que o design vale somente para o que já conhecemos. Tudo o que será inventado e comercializado nos próximos anos dependerá dele, seja a venda de carbono e novas fontes de energia, seja um novo alfinete.

Muitas vezes não é possível saber o que vem antes na escala de importância de valor, de sedução: se é a marca (credibilidade) ou o design (aparência). Por tudo isso, a imagem de uma marca e o seu design devem ser tratados com prioridade estratégica por qualquer pessoa, empresa ou governo. É uma questão de sucesso ou fracasso.